quinta-feira, 28 de setembro de 2023

Osasco São Cristóvão Saúde vence Barueri e garante vaga na sua 25ª final de Campeonato Paulista Feminino de Vôlei

Osasco São Cristóvão Saúde vence Barueri e garante vaga na sua 25ª final de Campeonato Paulista Feminino de Vôlei

Embalado pela torcida que manteve a tradição de lotar o ginásio José Liberatti, o Osasco São Cristóvão Saúde bateu Barueri e está classificado para a 25ª final de Campeonato Paulista Feminino de Vôlei de sua história. A equipe do técnico Luizomar aqueceu a fria noite osasquense desta quinta-feira (28) e bateu o adversário por 3 sets a 0, parciais de 25/14, 27/25, 25/20, em 1h26min. Agora, espera o adversário – que sairá do duelo entre Sesi Bauru e Pinheiros, nesta sexta (29) - para lutar pelo 17° título estadual. O primeiro jogo da decisão será nesta segunda-feira (1/10).

A equipe de Camila Brait, Fabiana, Tifanny e cia. repetiu o resultado do primeiro jogo da semifinal, semana passada, quando bateu Barueri por 3 sets 0. Com isso, fechou o playoff com placar de 2 a 0 e manteve sua invencibilidade na edição 2023 do Campeonato Paulista. Antes do início da partida, o Osasco São Cristóvão Saúde e seus torcedores prestaram uma homenagem a Walewska, que perdeu a vida na quinta-feira passada. Com a foto da atleta que vestiu a camisa osasquense por uma temporada nos telões, as arquibancadas se encheram de aplausos e gritos de “Walewska, Walewska...”

O técnico Luizomar analisou a partida e já está com a cabeça na decisão. “O comprometimento da equipe foi importante. É sempre difícil chegar na disputa de um título e, nesse caso em particular, a tabela fez com tivéssemos quase três jogos seguidos, contando a última rodada da fase de classificação e as duas partidas da semifinal. Estudamos muito nas últimas semanas e conseguimos a classificação com méritos. E não podemos desligar, porque ficou tudo muito perto. O primeiro jogo da final é fora e se for em Bauru, já viajaremos no domingo. Amanhã (sexta-feira) já iniciamos os estudos e, assim que definir o adversário, vamos preparar a melhor estratégia e ir com tudo em busca em mais um título”, comentou o treinador.

O jogo – Apesar de seguidos erros de saque no início da partida, Osasco comandou as ações. E quando o serviço entrou, a equipe da casa começou a abrir vantagem. Lorenne enfiou a mão na saída de rede após defesa de Camila Brait (12/7). A oposta voltou a pontuar no 15/9, desta vez usando o jeito no lugar da força. Em uma jogada ao estilo vôlei de praia, mandou a bola no fundo de quadra, sem chance para as adversárias. Tifanny mandou outra pancada na entrada de rede no 19/11, e Callie montou o paredão no 21/12. A vitória veio das mãos de Lorenne: 25/14.

O segundo set bem diferente. Mas Osasco soube sofrer para sorrir por último. Luizomar pediu tempo quando seu time estava atrás no 4/7 e 7/13. O treinador também moveu peças do elenco. A ponteira Amanda entrou no 8/14 e a levantadora Giovana no 12/18. As ações do treinador surtiram efeito e sua equipe foi “voltando para o jogo”. Giovana mandou uma bola de segunda no 16/19. Lorenne marcou três pontos seguidos. O último deles, no 22/23, veio após duas grandes defesas de Silvana, que havia entrado para sacar. A reta final foi de tirar o fôlego do torcedor. Fabiana empatou no 23/23, Lorenne no 24/24, Fabiana, novamente, no 25/25. Tifanny virou no 26/25 e fechou em 27/25, para colocar o Liberatti “abaixo”.

O terceiro set seguiu equilibrado até a reta final. Maira atacou para empatar em 16/16 e Fabiana, em mais uma bola de china, fez 18/16. Com mais volume de jogo, Osasco abriu no momento decisivo. E quem foi a mais decisiva em quadra no final da partida foi Tifanny. A ponteira marcou no 20/17, 21/17, 22/17 (após defesa Maira) e cravou a bola na quadra adversária no match point no 24/20. A vitória veio com um erro das adversárias.

Jogaram e marcaram para Osasco São Cristóvão Saúde: Kenya, Lorenne (13), Maira (5), Tifanny (15), Callie (6), Fabiana (5) e a líbero Camila Brait. Técnico: Luizomar de Moura. Entraram: Giovana (1), Amanda, Silvana.

Jogaram e marcaram para Barueri: Carol Leite (2), Jhovana (8), Ana Cecília, Talia (13), Luzia (7), Larissa (9) e a líbero Paulina. Técnico: Alexandre Gomes. Entraram: Maria Clara, Paulina, Vittoria, Ana Rudiger.

Fonte: ZDL - Foto: @TKSSport - @Carol__Fotografia