domingo, 20 de dezembro de 2015

TV: Confira como está o elenco de "Ana Raio e Zé Trovão" após 25 anos de exibição da trama

Confira como está o elenco de "Ana Raio e Zé Trovão" após 25 anos de exibição da trama

 

Noveleiros de plantão, quem não se lembra da história de Ana Raio e Zé Trovão? Exibida pela extinta Rede Manchete nos anos 90 e reprisada pelo SBT em 2008, a trama escrita por Marcos Caruso e Rita Buzzar completa 25 anos em 2015. 

Para comemorar esta data especial, vamos ver como está atualmente o elenco desta bela história: 


- Almir Sater (Azelino Santos Ferreira (Zé Trovão)): Natural de Campo Grande (MS), toca viola desde os 12 anos de idade e gosta muito do mato e dos sons da natureza. Com 20 anos mudou-se para o Rio de Janeiro para estudar Direito, mas desistiu e tornou-se músico. Na música, seu mestre é Tião Carreiro. Anos depois retornou a sua terra natal e formou com um amigo a dupla Lupe e Lampião, onde Almir era Lupe. 

Atuou em novelas como "Pantanal " e "A História de Ana Raio e Zé Trovão" da Rede Manchete, além de "O Rei do Gado" na Rede Globo e "Bicho do Mato" na Rede Record. Atuou também em dois longas metragens: "As Bellas de Billings" e "Caramujo Flor".



- Ingra Liberato (Ana de Nazaré (Ana Raio)): Filha de Chico e Alba Liberato, Ingra estreou nos cinemas aos 7 anos, no curta Ementário, de 1973, interpretando uma sereia. Trabalhou em diversas novelas, sendo que as de grande sucesso foram: "Pantanal" e "A História de Ana Raio e Zé Trovão" da extinta Rede Manchete e depois foi para a Rede Globo. 

Em 2002 passou a morar em Porto Alegre onde casou com o diretor Jayme Monjardim (1990-1995) e depois com o músico Duca Leindecker (2001-2012), com quem teve um filho, Guilherme. No ano de 2007 recebeu o Prêmio Kikito de melhor atriz pelo filme Valsa para Bruno Stein, no Festival de Gramado.



- Micaela Góes (Maria Lua Miranda (Maria Lua de Nazaré)): Depois de "A História de Ana Raio e Zé Trovão", atuou em outras novelas como: "Engraçadinha...Seus Amores e Seus Pecados", "O Amor Está no Ar" (ao lado de sua irmão Georgina Góes), "Da Cor do Pecado" e "Ti Ti Ti" na Rede Globo, "A Idade da Loba" na TV Plus, "Vidas Cruzadas" na Rede Record e "Jamais Te Esquecerei" no SBT. 

No cinema fez os longas "Vinte e Cinco", "Benjamin" e "Centro do Rio". E de 2011 até os dias de hoje apresenta o programa "Santa Ajuda" no canal GNT.


- Roberto Bontempo (Daniel): Natural do Rio de Janeiro, além de ator e diretor de cinema, Roberto é professor de teatro, diretor de TV e teatro e preparador de elenco para filmes. Dirigiu seu primeiro filme, "Depois Daquele Baile" em 2006, estrelado por Irene Ravache, Lima Duarte e Marcos Caruso. 

Atuou na TV em outros sucessos como: "Kananga do Japão", "As Pupilas do Senhor Reitor", "Meu Bem Querer", "Porto dos Milagres", "Chocolate com Pimenta", "Senhora do Destino", "Chamas da Vida", entre outras. 

Atuou também nos cinemas em diversos longas, além de dirigir.


- José de Abreu (investigador Roberto Dantas): Iniciou na dramaturgia no Teatro TUCA com a peça "Morte e Vida Severina" de João Cabral de Melo Neto e Chico Buarque em 1967 ao mesmo tempo em que cursava Direito na PUC-SP. Durante o período da ditadura militar no Brasil, exilou-se na Europa, de 1968 a 1974 quando retornou ao país e foi morar em Pelotas, terra natal de sua então esposa atriz e professora de Teatro Nara Keiserman. 

Durante sua carreira fez diversas novelas, como: "Transas e Caretas", "Ti Ti Ti", "O Outro", "Bebê a Bordo", "O Primo Basílio", "Kananga do Japão", "Tieta", "A História de Ana Raio e Zé Trovão", "Perigosas Peruas", "Renascer", "Sonho Meu", entre outras. Atualmente pode ser visto em "A Regra do Jogo" da Rede Globo. No cinema atuou em mais de 20 longas metragens.


- Giuseppe Oristanio (João Riso):  Ator brasileiro descendente de italianos, iniciou na carreira nos anos 70. Em 1979 fazia sua primeira novela, "Como Salvar Meu Casamento", a última da TV Tupi e que nunca teve seu final exibido. No ano seguinte foi para a Rede Bandeirantes onde teve papéis de destaque nas novelas "Os Imigrantes" e "Ninho da Serpente", de 1981 e 1982 respectivamente. Também atuou em várias novelas da Rede Globo, SBT, Manchete e Rede Record, onde está atualmente desde 2007. No cinema autou em: Il barbiere di Rio (1996), Beleza Pura (2000) e Os Monarcas - A lenda (Turibio Correa) (2012). 


- Lu Grimaldi (Clarice):  Nascida com o nome de Maria Luisa Tisi, iniciou sua carreira na televisão em 1988 no grande sucesso "Vale Tudo" e após um tempo fora da televisão transferiu-se para a Rede Manchete, onde esteve no elenco de "A História de Ana Raio e Zé Trovão". Mais 4 anos longe da televisão, volta, agora no SBT para "As Pupilas do Senhor Reitor". Em 1996, de volta a Manchete, estrelou "Xica da Silva". 

No final dos anos 90, em 1999, de volta a Globo, esteve no elenco de "Terra Nostra", novela que lhe rendeu o prêmio de atriz revelação daquele ano, no Melhores do Ano, do Domingão do Faustão. Ficou na emissora até 2006 onde participou de mais algumas novelas e em 2015 interpretou Olga, em "Babilônia", mãe do protagonista Vinícius (Thiago Fragoso). 


- Tamara Taxman (Dolores Estrada): Apesar do nome totalmente brasileiro, Tamara nasceu nos Estados Unidos da América. É filha de pai americano e mãe brasileira. Seus papéis mais célebres foram em "Água Viva" (1980), "Sétimo Sentido" (1982) e "Um Sonho a Mais" (1985). 

Fez uma participação especial em "Malhação" (primeira temporada, em 1995), no ano seguinte atuou na novelinha infantil "Caça Talentos" ao lado de Angélica e mais recentemente esteve na novela "Insensato Coração" (2011) e no especial "As Brasileiras" (2012) como Susana no episódio "A Reacionária do Pantanal". 


- Valéria Alencar (Malvina): Nascida com o nome de Lúcia Valéria Alencar de Oliveira, mora junto com o ator João Vitti, com quem tem dois filhos que também são atores: Rafael e Francisco Vitti. Atuou nas novelas: "Riacho Doce" e "A Lua Me Disse" da Rede Globo, "A História de Ana Raio e Zé Trovão" da Rede Manchete, "As Pupilas do Senhor Reitor" do SBT e "Canoa do Bagre", "Olho da Terra", "Do Fundo do Coração", "Vidas Cruzadas", "Bicho do Mato", "Amor e Intrigas", "A Lei e o Crime", "Sansão e Dalila", "Rebelde", "Milagres de Jesus" e "Os Dez Mandamentos" da Rede Record. Ainda pela Record, em 2016, atuará em "A Terra Prometida". No cinema atuou como Leninha, em "O Bicho de Sete Cabeças" (2001). 


- Iris Bustamante  (Flor Violeta): Foi casada com o cantor e ator Evandro Mesquita com quem tem uma filha. Em 2004 atuou em "Malhação" da Rede Globo, mas ao longo de sua carreira atuou em várias novelas e séries (incluindo infantis). 

No cinema atuou em "Uma Aventura do Zico" (Carla) e "Como Ser Solteiro (Elô), ambos de 1998, "Mais Um Eterno Amor" (Paula), de 2002 e "Um Show de Verão (onde interpretou a vendedora de uma loja), de 2004. No teatro fez ao todo 9 peças. 
 

- Evandro Mesquita (Jacaré): Cantor, compositor e ator brasileiro, foi estudante do Colégio Estadual André Maurois e cursou até o terceiro período de Educação quando iniciou no grupo teatral "Asdrúbal Trouxe o Trombone" onde ficou na década de 70. Na década seguinte, 1980, Evandro fez sucesso como vocalista da banda "Blitz", da qual ele saiu após o fim da primeira formação. No início de sua carreira como cantor solo seu maior sucesso foi "Babilônia Maravilhosa". 

Na televisão sua carreira é extensa, porém, seu trabalho mais famoso é o extinto "Armação Ilimitada" da Rede Globo. Atualmente Evandro está na "Nova Escolinha do Professor Raimundo" interpretando o Armando Volta. No cinema fez filmes como: "Rio Babilônia", "Menino do Rio", "Como Ser Solteiro","Xuxa Requebra", "Os Normais - O Filme", entre outros. 

Como cantor, entre a banda "Blitz" e carreira solo lançou mais de 10 álbuns.  


- Sidney Magal Ed Cigano): Ator, cantor e compositor brasileiro, começou sua carreira cantando em programas infantis de televisão e anos mais tarde trabalhou em boate e casas noturnas. Seu sobrenome artístico apareceu após uma excursão para a Europa. Magal apareceu na mídia na década de 70 como um cantor de músicas sensuais e românticas causando furor entre as fãs. Seu primeiro grande sucesso foi "Se Te Agarro com Outro Te Mato" onde incorporou elementos da música cigana, da "disco music" e da música latina. Logo depois lançou "Sandra Rosa Madalena, a Cigana" que foi muito executada entre os anos 70 e 80 nos programas Silvio Santos e Chacrinha. Nos anos 90, com a explosão da lambada, lançou "Me Chama Que Eu Vou",que inclusive foi tema de abertura da novela "Rainha da Sucata" da Rede Globo. 

No cinema atuou como dublador e ator em diversos filmes. E na TV, além de atuar em "A História de Ana Raio e Zé Trovão", Magal atuou também em outras novelas e programas humorísticos, como: "O Campeão" (1996), "Celebridade", "Da Cor do Pecado" e "A Diarista" (2004), "Bang Bang" (2005), "Toma Lá, Dá Cá" (2007), "Faça Sua História" (2008), "Uma Escolinha Muito Louca" (2008/2009), "Balacobaco" e "Got Talent Brasil" (2013).


  • Confira abaixo a abertura da novela "A História de Ana Raio e Zé Trovão" (sem os créditos de elenco): 
video