segunda-feira, 18 de abril de 2016

POLÍTICA: Impeachment da presidente Dilma Rousseff é aprovado na Câmara dos Deputados e agora vai ao Senado

Impeachment da presidente Dilma Rousseff é aprovado na Câmara dos Deputados e agora vai ao Senado


O domingo 17/04/2016 ficará marcado na história do Brasil. Numa sessão que durou pouco mais de 6 horas, a Câmara dos Deputados aprovou o processo de impeachment contra a Presidente da República, Dilma Rousseff, com um placar de 367 a favor e 137 contra, incluindo 7 abstenções e 2 ausências. 

O voto decisivo (342º SIM) veio do pronunciamento do deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), porém, a presidente ainda não será afastada do cargo (confira vídeo abaixo).

video

A decisão da Câmara seguiu nesta segunda-feira, 18, ao Senado para análise. A leitura do processo deve ser feira já a partir desta terça-feira, 19 e, na quarta-feira, dia 20, deverá ser instalada a comissão que julgará se Dilma cometeu crimes de responsabilidade fiscal ou não. 


Primeiramente o Senado deve dizer se concorda ou não com a instauração do processo contra a presidente. Para que o mesmo siga, é preciso de 41 dos 81 votos possíveis. Se o processo foi aberto, Dilma deve ser imediatamente afastada do cargo por 180 dias (6 meses). Posteriormente, começa a discussão e análise da denúncia com debates entre acusação e defesa, mediados pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski. Em seguida haverá votação nominal e aberta no plenário da Câmara. Caso 54 dos 81 senadores julguem que Dilma cometeu crime, a presidente tem seu mandato cassado e o vice, Michel Temer, assume, completando o tempo restante do mandato até 31/12/2018.

Confira a lista de como cada deputado(a) votou no processo de impeachment

Fontes: UOL Notícias - Política,Gazeta do Povo e Youtube