terça-feira, 12 de setembro de 2023

Brasil vence Peru e mantém 100% nas Eliminatórias

Brasil vence Peru e mantém 100% nas Eliminatórias

A Seleção Brasileira ganhou do Peru por 1 a 0 na madrugada desta quarta (13), no Estádio Nacional de Lima, e com isso se manteve na liderança das Eliminatórias do Mundial de 2026. O gol da partida foi marcado por Marquinhos, de cabeça, após cobrança de escanteio de Neymar, aos 44 minutos do segundo tempo.

Na semana passada, em sua estreia no torneio, o Brasil derrotou a Bolívia por 5 a 1, no Mangueirão, em Belém (PA).

O jogo

A equipe comandada por Fernando Diniz teve dois gols anulados no primeiro tempo. Ambos por impedimento. Logo no início, Neymar recebeu lançamento longo na esquerda e passou a bola para Richarlison na área. A zaga tentou cortar e se atrapalhou. Com isso, Raphinha aproveitou o lance para fazer o gol – invalidado porque Neymar estava adiantado no começo da jogada.

Pouco depois foi a vez de Richarlison, de cabeça, marcar outro gol numa trama bem feita pela direita entre Danilo e Raphinha. O VAR (árbitro de vídeo), no entanto, apontou impedimento de Richarlison.

Quase

O primeiro tempo não se limitou a esses dois momentos. Num ataque que teve participação direta de Raphinha, Neymar por pouco não abriu o placar. Ele chutou forte, com precisão, e obrigou o goleiro Gallese a se esticar todo para evitar o gol.

O Brasil jogava bem, com aproximação, como quer o técnico Fernando Diniz e, embora finalizasse pouco, ditava o ritmo da partida com posse de bola.

Segundo tempo

A etapa final foi mais arrastada, com um grau de dificuldade maior para que o time brasileiro conseguisse chegar à área da seleção peruana. Foram escassas as chances do Brasil. Numa delas, Raphinha levou Gallese a fazer mais uma defesa difícil.

Aos 44 minutos, porém, saiu o gol. Neymar cobrou escanteio da esquerda e Marquinhos, com quem jogou vários anos no PSG, se antecipou aos marcadores e raspou de cabeça. Gallese deu um salto elástico, mas não impediu o gol.

O Brasil venceu com Ederson; Danilo (Vanderson), Marquinhos, Gabriel Magalhães e Renan Lodi; Casemiro, Bruno Guimarães (Joelinton) e Neymar (Raphael Veiga); Raphinha (Gabriel Martinelli), Richarlison (Gabriel Jesus) e Rodrygo.

Foto: Vítor Silva