domingo, 24 de setembro de 2023

Em jogo emocionante, seleção feminina vence Japão e garante vaga nos Jogos Olímpicos de Paris

Em jogo emocionante, seleção feminina vence Japão e garante vaga nos Jogos Olímpicos de Paris

A seleção feminina está classificada para os Jogos Olímpicos de Paris, em 2024. Neste domingo (24.09), a equipe do treinador José Roberto Guimarães venceu o Japão, que contou com o apoio de um ginásio lotado com 10 mil e 213 pessoas, por 3 sets a 2 (25/21, 22/25, 27/25, 15/25 e 15/10), em Tóquio, no Japão. A ponteira Gabi foi a maior pontuadora do confronto, com 23 pontos. Ao final da partida, as brasileiras dedicaram a vitória e classificação para a campeã olímpica Walewska que faleceu na noite da última quinta-feira (21.09). O Brasil terminou a participação no Pré-Olímpico, com seis vitórias em sete jogos.

Gabi, capitã e ponteira, marcou 23 pontos (22 de ataque e um de saque) – “Estou muito orgulhosa do time, do trabalho que fizemos toda a temporada. Passamos momentos muito difíceis e nos superamos. Tivemos altos e baixos na partida. O Japão esteve na frente em alguns momentos e conseguimos reverter as situações de dificuldade. Nós merecíamos muito essa classificação. Sabemos que temos muito o que melhorar e vamos buscar isso no próximo ano. Queremos muito ser campeãs olímpicas em Paris”.

Thaisa, central, fez 13 pontos (nove de ataque e quatro de bloqueio) – “Esse foi um jogo muito mental e emocional. Jogamos em um ginásio lotado, dentro da casa delas, em um campeonato que o Japão esteve consistente e jogou muito bem. É um jogo muito rápido, diferente do que estamos acostumadas. Trabalhamos muito para esse Pré-Olímpico. Estou muito feliz com a nossa classificação e agora é trabalhar cada vez mais. Conquistamos essa classificação pela Wal”.

Rosamaria, oposta, fez 13 pontos (10 de ataque, dois de bloqueio e um de saque) – “Tudo que aconteceu essa semana e nesse ano nos preparou para esse momento, mas tem horas que é difícil entender o percurso. Muitas coisas que aconteceram foram necessárias para o nosso crescimento como grupo. Chegamos nesse jogo com muita garra e determinação. Foram tantas dificuldades que só posso dizer que tenho muito orgulho de fazer parte desse grupo e de representar o Brasil. Foi uma semana muito dura. Quero dedicar essa vitória para Wal que vestiu essa camisa com tanto orgulho e representou tão bem o nosso país, mas jogamos hoje por ela. Essa vitória significa muito”.

Roberta, levantadora - “Estou muito feliz e orgulhosa desse grupo. Não foi um ano fácil e fico orgulhosa de como o time chegou para essa competição. Nosso comportamento no jogo de hoje mostra a força, a união e a coragem desse grupo. Essa é a nossa essência. Viemos para aqui comprometidas e estamos levando essa classificação para todo o Brasil. Tenho respeito total por essa equipe”.

Pri Daroit, ponteira, marcou dois pontos de saque - Foi uma grande vitória de equipe. Provamos que temos um grupo. Treinamos muito e o Zé sempre coloca quem está no banco em momentos difíceis da partida. Estou feliz de ter conseguido ajudar o time em um momento decisivo. Sabemos o quanto treinamos e como somos cobradas. Ainda temos muito o que melhorar, mas agora é comemorar essa vaga para os Jogos de Paris”.

José Roberto Guimarães, treinador do Brasil – Cumprimos a nossa missão. Passamos por muitas dificuldades. O Sul-Americano, a preparação para o Pré-Olímpico, sabíamos as dificuldades que iriamos encontrar. A última partida foi contra o Japão, um sufoco. Jogamos bem o primeiro e o terceiro set, no quinto abrimos o placar e colocamos a pressão do lado delas. Parabéns a toda a comissão técnica e as jogadoras que fizeram um grande trabalho. Paris lá vamos nós”.

O Brasil jogou com Roberta, Rosamaria, Gabi, Julia Bergmann, Thaisa e Diana. Líbero: Nyeme Entraram: Naiane, Kisy, Carol, Maiara Basso, Tainara, Pri Daroit,

Pré-Olímpico feminino

16.09 (sábado) – Brasil 3 x 0 Argentina (25/17, 25/20 e 25/22)
17.09 (domingo) – Brasil 3 x 0 Peru (25/14, 25/13 e 25/15)
19.09 (terça-feira) – Brasil 3 x 2 Bulgária (25/15, 22/25, 27/29, 25/21 e 15/8)
20.09 (quarta-feira) – Brasil 3 x 0 Porto Rico (25/21, 25/15 e 25/9)
22.09 (sexta-feira) – Brasil 0 x 3 Turquia (21/25, 27/29 e 19/25)
23.09 (sábado) – Brasil 3 x 0 Bélgica (25/18, 25/14 e 25/20)
24.09 (domingo) – Brasil 3 x 2 Japão (25/21, 22/25, 27/25, 15/25 e 15/10)

Foto: Divulgação/FIVB