quinta-feira, 26 de outubro de 2023

PAN SANTIAGO 2023: Brasil derrota o México e vai à final do vôlei feminino

 Brasil derrota o México e vai à final dos Jogos Pan-Americanos Santiago 2023

A seleção feminina vai disputar a medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos de Santiago. Na noite desta quarta-feira (25.10), a equipe comandada pelo técnico Paulo Coco derrotou o México por 3 sets a 2 (25/17, 22/25, 27/25, 22/25 e 15/13) e garantiu a vaga na decisão contra a República Dominicana. A final na Arena do Parque O’Higgins será nesta quinta (26.10), às 20h.

Pela quarta vez em quatro partidas disputadas, a maior pontuadora do jogo foi a oposta Sabrina, que garantiu quase um set com 24 pontos (20 de ataque e quatro de bloqueio). A central Lorena foi a segunda maior pontuadora da partida, com 17 pontos, sendo 10 de ataque e sete de bloqueio. Ao todo, a seleção marcou 20 pontos de bloqueio.

O Brasil começou a partida com Naiane, Sabrina, Maiara Basso, Helena, Lorena, Larissa e a líbero Lais. Entraram Aline, Talia, Luzia e Tainara.

Paulo Coco, técnico da seleção feminina no Pan: “Foi um desafio imenso hoje, mas graças a Deus deu tudo certo. Amanhã é um jogo muito difícil, contra uma seleção que vem evoluindo muito, acabou de conquistar a vaga no pré-olímpico e tem um poderio ofensivo muito grande. Mas a gente vai fazer nosso melhor. Passamos por uma batalha hoje e vamos para outra amanhã. Encarar o desafio e ver o que acontece. O mais importante é o espírito que o time está tendo”.

Sabrina, oposta, maior pontuadora da partida: “Estou bem feliz de estar conseguindo ajudar a equipe. Foi um jogo bem difícil hoje, mas a gente conseguiu ter tranquilidade e paciência para ganhar. Agora a gente vai estudar a República Dominicana e vir com tudo. A gente trabalhou demais para estar aqui, e a gente quer muito ganhar esse Pan-Americano”.

Naiane, levantadora e capitã da seleção feminina: “Eu e o time estamos muito felizes. Tirando a Tainara, é a primeira vez no Pan para todo mundo. Depois desse jogo que foi tão difícil, tão desafiador para a gente, é só felicidade. Amanhã são dois times que se conhecem muito, vai ser outro jogo muito desafiador, mas é uma final, e os dois times vão entrar para ganhar. Cumprimos esse objetivo de chegar na final, e, sem dúvidas, a gente quer mais. Foi para isso que a gente veio aqui, então a gente vai dar nosso melhor”.

Lorena, central, única jogadora da seleção que esteve no Pan Júnior em 2021, que garantiu a vaga para Santiago: “Eu estou fora do ar ainda, mas estou muito feliz. Acabaram de me lembrar que eu sou a única jogadora que estava no Pan Júnior. Eu estou eufórica com esse grande passo que a gente deu”.

Tainara, que entrou como ponteira durante o jogo: “Acho que consegui fazer meu papel e ajudar o time. Jogar na ponta, passando, é uma responsabilidade dobrada. Mas com a energia das meninas, com tudo que vem acontecendo nos jogos, me ajudou. Muito feliz com a vaga na final do Pan-Americano, agora é focar na República Dominicana”.

Luzia, central da seleção feminina: “A sensação é muito boa de estar na final com essas meninas, com a seleção brasileira. Estou feliz pelo jogo. Tentei entrar e ajudar o time, e estou feliz pela atitude das meninas nos momentos de dificuldades, nos ajudamos bastante. Amanhã para final vamos dar o nosso máximo”.

SELEÇÃO FEMININA

PRIMEIRA FASE
21/10 - Brasil 3 x 0 Cuba (25/14, 25/16 e 25/14)
22/10 - Brasil 3 x 0 Argentina (25/13, 25/20 e 25/18)
23/10 - Brasil 3 x 0 Porto Rico (25/15, 25/20 e 25/21)

SEMIFINAL
25/10 - Brasil 3 x 2 México (25/17, 22/25, 27/25, 22/25 e 15/13)

FINAL
26/10 – 20h - Brasil x República Dominicana

Foto: Rodrigo Navarro