quinta-feira, 21 de março de 2024

Prefeitura de São Carlos, COMDEFSC e o influencer João Vitor convidam público a usar meias coloridas no Dia Internacional da Síndrome de Down

Prefeitura de São Carlos, COMDEFSC e o influencer João Vitor convidam público a usar meias coloridas no Dia Internacional da Síndrome de Down

Quinta-feira, 21 de março, é o Dia Internacional da Síndrome de Down. A Prefeitura de São Carlos, o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de São Carlos (COMDEFSC) e o influenciador goiano João Vitor de Paiva Bittencourt convidam toda a comunidade, famílias e interessados a usarem meias descombinadas, coloridas e divertidas nesse dia.

Essa é uma alusão à campanha internacional “Lots Of Socks”, que significa “Muitas Meias”. A intenção é conscientizar as pessoas ao verem as meias coloridas e chamar atenção para o fato de que o diferente é divertido, iniciando uma conversa como forma de difundir informações sobre a T21, como também é identificada a síndrome.

João Vitor, ou Jotavê, estará em São Carlos neste dia 21 de março para uma palestra inédita com promoção e realização da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPDMR). O encontro está marcado para as 18 horas no Auditório “Bento Prado Júnior” (piso térreo do Paço Municipal, na rua Episcopal, 1.575, Centro), com entrada gratuita.

Além de ter se tornado uma celebridade com mais de 300 mil seguidores nas redes sociais e escolhido pela Unicef como jovem influenciador, Jotavê é um dos principais divulgadores da campanha internacional das meias de diferentes cores (“Lots Of Socks”). Trata-se de um gesto simples que celebra a beleza da diversidade. É uma forma de chamar a atenção para a causa e despertar a curiosidade da população.

Os membros do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de São Carlos (COMDEFSC) reuniram-se nesta quarta-feira, 20 de março, para o encontro ordinário do grupo e fizeram um ato em prol do “Lots Of Socks” e vestiram muitas meias coloridas para marcar a data.
“Fico feliz em ter pessoas tão comprometidas e tão dedicadas como os membros do conselho que aderiram à campanha que é tão valorizada pelo João Vitor que estará conosco em São Carlos. Nossa luta é diária, são avanços pequenos, mas a vontade de crescer, de atender melhor o nosso público é muito grande, todos estamos aqui com o mesmo objetivo para conscientizar a população que existem leis que precisam ser cumpridas para uma maior acessibilidade e uma maior inclusão de todos”, afirma a secretária Lucinha Garcia.

Com a data a ser celebrada anualmente (21 remete-se ao par cromossômico que está triplicado e 3 à alteração do pacote genético), a ONU (Organização das Nações Unidas) pretende “relembrar a dignidade inerente, o valor e as contribuições que essas pessoas possuem como promotoras do bem-estar e da diversidade de suas comunidades. Além disso, o intuito é fazer com que as pessoas com síndrome de Down tenham o protagonismo na sociedade, com acesso à escola, aos equipamentos de saúde e à empregabilidade, ou seja, plena acessibilidade e completa inclusão.

No mundo, a incidência de Síndrome de Down é estimada 1 em 1 mil nascidos vivos. Em geral, os bebês nascem com 46 cromossomos. No caso, uma parte dos bebês nasce com uma cópia extra do cromossomo 21, tornando-se uma condição genética do indivíduo. Apesar de algumas características físicas parecidas, cada pessoa com a síndrome possui um ritmo de desenvolvimento e suas singularidades.

Foto: Divulgação/Prefeitura de São Carlos