expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass' ondragstart='return false'>

segunda-feira, 17 de junho de 2024

Nasce no Parque Ecológico de São Carlos um dos primatas mais ameaçados do mundo

Nasce no Parque Ecológico de São Carlos um dos primatas mais ameaçados do mundo

Cumprindo mais uma vez seu papel de auxiliar a fauna brasileira ameaçada, o Parque Ecológico de São Carlos Dr. Antônio Teixeira Vianna, anuncia o nascimento de mais dois filhotes de Sauim de Coleira – Saguinus bicolor, pequeno primata amazônico em grave risco de extinção da espécie.

Nascidos há menos de 30 dias, estes dois irmãos já vem ao mundo com uma enorme responsabilidade, além de pertencerem a uma espécie ameaçada, eles nasceram de um casal muito importante para o programa de conservação, pois o pai destes tem origem na natureza, foi resgatado após ser atropelado e não pode ser reinserido no ambiente natural, já que ficou com uma pequena sequela em um dos braços, porém seu gene é muito importante para aumentar a diversidade genética do grupo que vive sob cuidados humanos.

O Sauim de Coleira é endêmico ao Brasil, ocorrendo no estado do Amazonas, com distribuição geográfica restrita à parte dos municípios de Manaus, Rio Preto da Eva e Itacoatiara. O tamanho da população total remanescente é estimado em 46.500 indivíduos, a partir da extrapolação de dados oriundos da Reserva Florestal Adolfo Ducke, e o número de indivíduos maduros deste táxon é superior a 20.000. As principais ameaças identificadas para esta espécie são desmatamento, desconexão e redução de hábitat, causados por incêndios, assentamentos rurais e expansão urbana. Também há registros de predação por espécie doméstica (cães), captura, poluição de ambientes, além de fatores de impacto associados à rede viária, tais como atropelamentos e eletrocussão na rede de energia urbana.

Durante todo o tempo de trabalho com esta espécie, o Parque Ecológico de São Carlos já obteve 12 filhotes desta espécie. Estes animais abrigados em São Carlos fazem parte de uma população sob cuidados humanos que possui um Programa de Manejo Ex situ, fruto do Acordo de Cooperação entre o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio e a Associação de Aquários e Zoológicos do Brasil - AZAB. Todos os animais nascidos são disponibilizados para a Studbook nacional da espécie, a Zootecnista Cláudia Cristina Ladeira, do Zoológico de Bauru SP, que orienta os melhores acasalamentos, na tentativa de manter sempre alta a diversidade genética da espécie sob cuidados humanos, visando no futuro reintroduções na natureza se for necessário.

O Parque Ecológico de São Carlos fica aberto para visitação pública de terça-feira a domingo, das 8h às 16h30, com entrada gratuita. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3361-4456 ou e-mail parque. ecoló gico@saocarlos.sp.gov.br.

Foto: Divulgação/Prefeitura de São Carlos