terça-feira, 8 de setembro de 2015

TURISMO: Passeio de trem (Curitiba/Morretes/Paranaguá)

Uma boa pedida para feriados e finais de semana é viajar pela linha férrea Curitiba/Morretes/Paranaguá

Construida no final do século XIX, mais precisamente em 1880, com o objetivo de estreitar as relações entre o litoral paranaense com a capital (Curitiba), durou 5 anos para ficar pronta. Possui um total de 110Km e atualmente é uma das mais belas viagens de trens do Brasil. 

A linha férrea corta a Serra do Mar paranaense, cujo o seu pico mais famoso é o Pico do Marumby, adorado pelos praticantes de montanhismo. Durante o trajeto podemos curtir um pouco da natureza através da Mata Atlântica (o que ainda resta dela) e passar por dentro de QUATORZE (isso mesmo, QUATORZE) túneis os quais os passageiros enlouquecem dentro do trem em meio a escuridão.


O passeio é repleto de paisagens maravilhosas. São eles: 
  • Represa Caiguava
  • Túnel Roça Nova
  • Represa do Rio Ipiranga
 
  • Santuário do Cadeado
 
  • Ponte São João (55 metros de altura)

  • Viaduto do Carvalho (nele temos a sensação de estarmos voando, pois o abismo é bem alto, já que Curitiba situa-se a 900m acima do nível do mar. É o mesmo da imagem de início da matéria)

Para quem quiser curtir este passeio, o trem sai diariamente da Rodoferroviária de Curitiba; situada à Rua Affonso Camargo, 330, às 08h15min da manhã e vagarosamente vai passando pelas ruas da capital em bairros mais afastados. Passa também por cidades da Região Metropolitana de Curitiba, como Pinhais e Piraquara, cortando sítios e nascentes de rios, como por exemplo a do Rio Iguaçu. 

A medida em que o trem se aproxima de principais atrações, um guia turístico situado em alguns dos vagões começa a explicar sobre cada local (natureza, estrada, história). A descida é  super tranquila, em ritmo lento e o turista pode fotografar tudo com a mais perfeita calma. Os mais "viajados", indicam que o melhor é fazer esta viagem no inverno e sentar do lado esquerdo do vagão. 

Após 2 horas de viagem, já no meio da Serra do Mar, o trem faz uma rápida parada no Parque Estadual do Marumbi, onde é possível descer e explorar o lugar. 
  • Parque Estadual do Marumbi 

Mais 40 minutos de viagem e chegamos a Morretes, cidade do tradicionalíssimo Barreado, prato típico do Paraná. E manda a tradição, que o bom barreado só está no ponto se ele não cai do prato. O teste é feito virando-se o prato de cabeça para baixo acima da cabeça do cliente (como mostra a figura abaixo). 



Mais alguns minutos depois e a viagem chega ao seu destino final: PARANAGUÁ, berço do estado do Paraná.
  • Paranaguá

Terminada a expedição por Paranaguá, o turista pode retornar a Curitiba de trem (que sai às 15 horas com chegada prevista à capital às 18 horas), mas também pode voltar de ônibus pela autoestrada Morretes x Curitiba (que demora em torno de 1h20min, ou pela Estrada da Graciosa (que demora em torno de 1h40min). Este segundo trajeto é o mais bonito de todos. 

Para um passeio mais completo e cômodo, você pode comprar um pacote com trem + almoço + city tour Morretes e Antonina + Volta de Van pela estrada da Graciosa. Solicitar este pacote na agência de turismo anexa à bilheteria do trem. 
Há a opção também de ir de Litorina, um trem mais luxuoso, porém não tem a mesma emoção da viagem com o trem comum indo até Morretes e os dias de operação e horários são diferentes. 
  • Litorina 

Para comprar os ingressos pelo site da empresa Serra Verde Express que opera os trens é muito confuso. Então deixe para comprar na hora a partir das 7h da manhã. Os preços variam entre R$ 69,00 (ida e volta) o vagão.

Econômico: sem serviço até R$ 470,00
Litorina Luxo: com sofás em couro e veludo e Champagne. 
 
Os demais são: 

Turístico: Vagão de classe intermediária. Serviço de bordo com 1 água ou 1 refrigerante, kit lanche e guia (português). 

Executivo: Vagão com janelas maiores. Serviço de bordo com água, refrigerante e cerveja, kit lanche diferenciado e guia bilíngue. 

Camarote: 6 cabines exclusivas com 8 lugares cada e 1 cabine exclusiva com 4 lugares. Serviço de bordo com água, refrigerante e cerveja, kit lanche diferenciado e guia bilíngue. Independente do número de pessoas, o valor da cabine é único.

Existe acessibilidade para cadeirantes e vagão bagageiro para Motos R$ 40,00 e bicicletas R$ 10,00. Moto e bicicleta são uma ótima opção para conhecer a região de Morretes que é repleta de rios de pedras.

Confira em vídeo um pouquinho desta bela viagem:
video