terça-feira, 16 de maio de 2023

Prefeitura de São Carlos realiza atividades para marcar o dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

Prefeitura de São Carlos realiza atividades para marcar o dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

Com o objetivo de mobilizar a sociedade são-carlense e convocá-la para o engajamento contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes, a Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria Municipal Especial de Infância e Juventude (SMEIJ), vai realizar uma série de atividades no dia 18 de maio, data estabelecida como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Neste dia, em 1973, uma menina de 8 anos, de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos. Com a repercussão do caso, e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, 18 de maio foi instituído pela Lei nº 9.970/2.000, como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população se una e se manifeste contra esse tipo de violência.

Em São Carlos vai ser realizada uma panfletagem especial sobre esse problema e como as pessoas podem fazer a denúncia, bem como a apresentação de programas desenvolvidos na cidade. Serão ministradas palestras sobre o assunto para gestores públicos e o Conselho Tutelar também vai apresentar os números oficiais do município de violência contra crianças e adolescentes e sobre a Escuta Especializada.

Confira a programação completa:

Dia: 18/05

9h às 12h – Praça do Mercado Municipal - Panfletagem no Mercado Municipal com distribuição de adesivos e apresentação do grupo Doces Flautistas e do Projeto Guri;

14h às 17h - Auditório do Paço Municipal - Evento formativo para os gestores municipais. Palestra com Marina Castro e apresentação dos dados municipais de violência contra crianças e adolescentes na perspectiva do Conselho Tutelar e da Escuta Especializada.

A secretária municipal de Infância e Juventude, Ana Paula Vaz, lembra que as palestras são importantes no sentido de transmitir conhecimentos e formas de prevenção à população, protegendo as crianças e adolescentes. “O cuidado com a criança e adolescente é uma prioridade do município e juntos queremos chamar ainda mais a atenção da população para esta questão da violência sexual”, disse a secretária.

Vale lembrar que existe o Disque 100 – serviço gratuito que funciona 24h nos sete dias da semana para receber denúncias de violência contra crianças e adolescentes, além do Conselho Tutelar que atende pelo telefone 153.