terça-feira, 11 de julho de 2023

Depois de ano especial, Diana quer se firmar na seleção feminina que se prepara para a fase final Liga das Nações

Depois de ano especial, Diana quer se firmar na seleção feminina que se prepara para a fase final Liga das Nações

No ano passado, a central Diana, de 24 anos, fez sua estreia na seleção adulta e participou da campanha de prata da Liga das Nações. Porém, não estava na fase final da competição. O motivo? Uma cirurgia ortognática, procedimento para alterar formações ósseas da mandíbula e do maxilar para melhorar a mordida e a respiração. Recuperada, entrou novamente na lista de José Roberto Guimarães. Hoje, está no grupo de 16 atletas que se preparam para a fase final da competição – o Brasil encara a China na quinta-feira (13/7), pelas quartas de final.

“O ano de 2022 foi muito especial. Joguei pela primeira vez pela seleção adulta, fiz a minha cirurgia ortognática, me recuperei e voltei às quadras. Como eu fiz um bom primeiro ano na seleção, coloquei na minha cabeça que queria fazer uma temporada ainda melhor em 2023. A cirurgia me ajudou esteticamente e funcionalmente. Voltei mais motivada e feliz. Isso foi fundamental para o meu desempenho. Nesta temporada, com certeza estava mais completa como jogadora”, diz Diana.

O técnico José Roberto Guimarães vai inscrever 14 jogadoras na fase final. Diana quer um lugar nesse grupo e se empenha no dever de casa. “Temos estudado bastante a China. É um time com ótimas centrais, então vamos precisar sacar com eficiência para tirar o passe da mão delas e facilitar a formação do nosso bloqueio”.

A seleção feminina se prepara para a fase final da Liga das Nações, em Dallas, nos Estados Unidos, com as levantadoras Macris e Roberta, as opostas/ponteiras Rosamaria e Tainara, as opostas Lorrayna e Kisy, as ponteiras Gabi, Julia Bergmann, Maiara Basso e Pri Daroit, as centrais Carol, Diana, Lorena e Thaisa e as líberos Natinha e Nyeme.

Nagoya (Japão)

31/05 – Brasil 2 x 3 China (23/25, 25/22, 20/25, 25/20 e 12/15)
01/06 – Brasil 3 x 0 Holanda (25/23, 25/23 e 25/21)
03/06 – Brasil 3 x 1 República Dominicana (27/25, 20/25, 25/21 e 27/25)
04/06 – Brasil 3 x 0 Croácia (26/24, 25/18 e 25/8).

Brasília (Brasil)

14/06 – Brasil 3 x 0 Coréia do Sul (31/29, 25/16 e 25/16)
15/06 – Brasil 3 x 2 Sérvia (23/25, 25/22, 21/25, 25/12 e 15/6)
17/06 – Brasil 3 x 1 Alemanha (25/22, 25/18, 22/25 e 25/17)
18/06 – Brasil 0 x 3 Estados Unidos (22/25, 19/25 e 22/25)

Bangcoc (Tailândia)

28/06 – Brasil 3 x 2 Itália – (26/28, 25/20, 19/25, 25/21 e 15/10)
29/06 – Brasil 2 x 3 Canadá – (30/28, 22/25, 23/25, 25/21 e 15/17)
30/06 – Brasil 0 x 3 Turquia – (22/25, 16/25 e 22/25)
02/07 – Brasil 3 x 0 Tailândia – (25/20, 25/16 e 25/23)

Fase Final – Arlington (EUA)

13/07 – Brasil x China, às 12h30 (horário de Brasília) – sportv 2

Foto: Divulgação/VolleyballWorld