sábado, 15 de julho de 2023

eSeleção Brasileira é bicampeã do FIFAe Nations Cup

 eSeleção Brasileira é bicampeã do FIFAe Nations Cup

A eSeleção Brasileira é bicampeã do FIFAe Nations Cup, a Copa do Mundo de FIFA (futebol virtual), com uma vitória por 3 a 2 em cima da Holanda. O evento aconteceu no Gamers8, em Riade, na Arábia Saudita, nesta sexta-feira (14).

Atual campeã, a eSeleção Brasileira começou a decisão perdendo por 2 a 0 na partida de ida. Com uma virada histórica nos acréscimos da volta, um 3 a 0 garantiu o segundo troféu seguido à Canarinho.

Paulo Neto, que entrou para o segundo jogo, mostrou seu poder ofensivo. Ele foi decisivo para a reviravolta.

"A sensação de ter entrado ali no segundo jogo, no momento decisivo, e ter conseguido a virada é indescritível. Acho que eu nunca vou esquecer desse momento. Só tenho a agradecer e estou muito feliz de representar o meu país e conseguir esse título", disse.

O capitão da equipe, Paulo "PHzin" Chaves, foi líder em mais uma conquista e revelou estar se sentindo realizado.

"Ganhar mais uma vez em seguida esse campeonato mundial é um sonho. Para mim, particularmente, liderar essa campanha como capitão é uma realização. Almejamos muito esse segundo título e essa conquista vai ficar pra história. Vai ser muito difícil alguma outra seleção conseguir fazer o que a gente fez. O Brasil vai estar para sempre na história", analisou PHzin.

Pedro Resende, jogador da equipe, contou que não esperava uma decisão tão difícil.

A Campanha

A eSeleção Brasileira iniciou o torneio no Grupo C, juntamente com Austrália, Espanha, Portugal, Singapura e Turquia. A Canarinho conquistou 20 pontos em 10 partidas e garantiu a classificação para o mata-mata com seis vitórias, dois empates e duas derrotas.

Nas oitavas de final, a equipe enfrentou a Dinamarca e, após uma partida sem gols na ida, conquistou a vaga com uma vitória por 1 a 0 na volta. A passagem pelas quartas, por sua vez, foi mais tranquila: um placar agregado de 4 a 1 sobre a Finlândia garantiu o lugar na semifinal.

Pela frente, a Seleção Francesa. Em mais um duelo em que o marcador não foi alterado, o segundo jogo seria ainda mais decisivo. Com uma vitória por 2 a 0, o Brasil se classificou para a grande final.

Na ida, uma derrota por 2 a 0 para a Holanda não desanimou os brasileiros. O confronto de volta terminou com um placar de 2 a 0 para a Amarelinha. O jogo, então, foi para a prorrogação. Com um golaço no tempo extra, o Brasil conquistou o bicampeonato.

Foto: Gonzalo Arroyo Moreno / FIFAe