quarta-feira, 26 de julho de 2023

Julho Amarelo alerta para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce das hepatites virais

Julho Amarelo alerta para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce das hepatites virais

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Centro de Atendimento de Infecções Crônicas (CAIC), iniciou nesta quarta-feira (26/07), pela Fundação Educacional São Carlos (FESC) da Vila Nery, a programação da campanha “Julho Amarelo” com ações relacionadas à luta contra as hepatites virais. A iniciativa é prevista pela Lei Federal nº 13.802/2019.

As equipes do CAIC realizaram a testagem rápida contra hepatite B e C – método que identifica em 15 minutos a existência destas doenças –, vacinação contra hepatite B, orientações de como é a transmissão, entrega de panfletos e de preservativos masculinos.

O público alvo da campanha são pessoas que não foram vacinadas nos primeiros anos de vida. O imunizante não tem restrição de idade e é aplicado em três doses. Hoje a vacinação faz parte do calendário de imunização vacinal obrigatória e o tratamento da Hepatite B e C são gratuitos no SUS (Sistema Único de Saúde).
De acordo com o Ministério da Saúde, o impacto dessas infecções acarreta em aproximadamente 1,4 milhões de mortes anualmente no mundo, seja por infecção aguda, câncer hepático, ou cirrose associada às hepatites.

No Brasil, nos últimos 10 anos, foram diagnosticados mais de 42 mil casos de hepatite, nos quais, na maioria das vezes, os infectados são assintomáticos.

A enfermeira do CAIC, Eliza Costa, explica a relevância da ação. “A hepatite é uma inflamação do fígado causada por vírus ou uso de alguns medicamentos, álcool, outras drogas ou doenças autoimunes, metabólicas e genéticas, normalmente é assintomática e só vai apresentar sintomas na fase mais evoluída, como olhos amarelos, pele amarela, diarreia e dores abdominais, podendo causar a falência do órgão. É importante a testagem principalmente em pessoas com mais idade, porque elas não tiveram a vacinação no calendário, porque foi introduzida depois. Por isso, a finalidade do “Julho Amarelo” é reforçar as campanhas de vigilância e controle das hepatites virais”, disse Eliza.

A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Denise Mello Martins, destaca a importância da vacinação como medida de prevenção. “O Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI), oferta vacinas contra as hepatites A e B no Calendário Nacional de Imunização e, em São Carlos, elas estão disponíveis nas salas de vacina das Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) e Unidades de Saúde da Família (USF’s) do município”, lembra a diretora.

No próximo sábado (29/07), das 9h às 13h, a testagem e vacinação da campanha “Julho Amarelo” serão oferecidas na Praça “Maria Aparecida Resitano” (Praça do Mercado Municipal).