sábado, 5 de agosto de 2023

Poços de Caldas vai sediar a última etapa da Maratona Rota do Vulcão de mountain bike XCM

Poços de Caldas vai sediar a última etapa da Maratona Rota do Vulcão de mountain bike XCM

Poços de Caldas se prepara para sediar, de 18 a 20 deste mês, a última etapa da Maratona Rota do Vulcão, uma grande competição de mountain bike XCM. O festival terá presença de grandes nomes do esporte, palestras, passeios, shows e outras atividades.

Na categoria XCM, os terrenos são uma mescla de terra, trilhas e asfalto. A largada das provas será no Bortolan, às 8h, no domingo (20). As categorias são elite, pró, e-MTB pró, com percurso de 45 km e 1.650 m de altimetria, e também sport, e-MTB sport e mamute, com distância de 32 km e 1.200 m de altimetria.

A programação inclui apresentações musicais tendas da Liga das Cervejarias Vulcânicas, espaço kids, tenda “não-alcóolicos”, lounge, palestras, expositores, passeios de bicicleta, caminhada, corrida, passeios de turismo rural e prática de stand up paddle no Bortolan.

Informações sobre inscrições, regulamento, percursos e programação completa estão disponíveis aqui.

“Este ano fizemos quatro etapas da Maratona Rota Do Vulcão. Uma em Campestre, outra em Andradas e as duas últimas em Poços, sendo uma dentro do Country Club. Nossa expectativa é fechar o circuito com chave de ouro. Estamos nos dedicando bastante para fazer o maior festival de montain bike do sul de Minas”, diz o coordenador do evento e presidente da Associação de Ciclistas de Poços de Caldas, Arison Siqueira.

A previsão é de que 400 ciclistas participem da competição, incluindo atletas de destaque no cenário nacional, como Renato Rezende, Weimar Pettengill, Sherman Trezza, Indião Desligado e Romilson de Jesus. O evento tem patrocínio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

Rota do Vulcão

A Rota do Vulcão foi criada pela Associação de Ciclistas de Poços de Caldas com o apoio dos 13 municípios que fazem parte dela. É um programa de cicloturismo em que o ciclista percorre 350 km pela antiga área vulcânica que caracteriza a região, tendo um acúmulo de altimetria de mais de 9 mil metros. “Todas essas provas têm o objetivo de fomentar o cicloturismo Rota de Vulcão para que mais pessoas possam participar dessa que é a única rota feita ao redor de uma caldeira vulcânica”, conclui Arison.