sábado, 9 de setembro de 2023

CBV anuncia Bernardinho como novo coordenador técnico das seleções masculinas

CBV anuncia Bernardinho como novo coordenador técnico das seleções masculinas

Um planejamento integrado entre equipes adultas e de base, pensando no presente e no futuro. A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) anunciou o novo organograma de sua Unidade de Seleções. A novidade é a inclusão de dois coordenadores técnicos. Para planejar o trabalho das equipes masculinas adultas e de base visando os Jogos Olímpicos de 2024, 2028 e 2032, foi confirmado o multicampeão Bernardinho. Renan Dal Zotto continua à frente da seleção adulta. Para o feminino, a CBV convidou José Roberto Guimarães para assumir o mesmo posto, acumulando o novo cargo com o comando da seleção feminina adulta. Como no momento o foco é na disputa do Pré-Olímpico, que começa no dia 16, o treinador ainda não respondeu.

“A integração entre as equipes adultas e de base é um fator fundamental no sucesso de décadas do vôlei brasileiro. Com a criação do cargo de coordenador técnico, a CBV torna esse trabalho ainda mais forte. Para os cargos, convidamos os dois técnicos mais vencedores da história do vôlei nacional. Bernardinho já começou a trabalhar com a equipe masculina, e aguardamos a resposta de José Roberto Guimarães. A experiência e a capacidade de Renan Dal Zotto e dos treinadores das seleções de base serão importantíssimas nesse trabalho. Será um planejamento conjunto, de união de talentos, com foco nos Jogos Olímpicos de 2024, 2028 e 2032”, explica Jorge Bichara, diretor técnico da CBV.

Em uma vitoriosa carreira no vôlei de quase cinco décadas, Bernardinho foi prata como jogador nos Jogos Olímpicos de Los Angeles 1984 e seis vezes medalhista como treinador: ouro em Atenas 2004 e Rio 2016, e prata em Pequim 2008 e Londres 2012 com a equipe masculina; e bronze em Atlanta 1996 e Sidney 2000 com a feminina.

“Estou muito feliz de voltar a trabalhar com as seleções masculinas. O objetivo é colocar em prática um planejamento integrado entre as seleções de base e a adulta, pensando nos próximos ciclos olímpicos. Quero usar minha experiência para contribuir, principalmente no desenvolvimento jogadores mais jovens. Temos a ideia de levá-los para disputar torneios internacionais, que ampliem sua experiência e ajudem no processo de transição entre as gerações. É um trabalho bem abrangente e contarei muito com o Renan e todos os outros treinadores das equipes de base”, diz Bernardinho, que continua no comando do Sesc Flamengo.

“A chegada do Bernardinho como coordenador das seleções masculinas reforça o trabalho de integração entre as categorias de base e o adulto. Já trabalhamos juntos, temos ideias parecidas. Participei do desenvolvimento dessa nova estrutura proposta pela CBV, que com certeza vai gerar vários bons frutos"”, diz Renan dal Zotto, que prepara a equipe brasileira para o Pré-Olímpico, a partir do dia 30, no Rio de Janeiro.

Foto: Divulgação