terça-feira, 19 de setembro de 2023

Com 26 pontos de Gabi, seleção feminina supera a Bulgária no tie-break pelo Pré-Olímpico

Com 26 pontos de Gabi, seleção feminina supera a Bulgária no tie-break pelo Pré-Olímpico

A seleção feminina contou com grandes atuações da ponteira Gabi, com 26 pontos e da central Thaisa, com 19, e manteve a invencibilidade no Pré-Olímpico. Nesta terça-feira (19.09), o Brasil venceu a Bulgária por 3 sets a 2 (25/15, 22/25, 27/29, 25/21 e 15/8), em Tóquio, no Japão. Foi a terceira vitória do time do treinador José Roberto Guimarães. As brasileiras voltam à quadra às 4h desta quarta-feira (20.09) contra Porto Rico. O sportv 2 transmite ao vivo.

No Pré-Olímpico, o Brasil está no grupo B ao lado de Argentina, Peru, Bulgária, Porto Rico, Turquia, Bélgica e Japão. As equipes jogam entre si e as duas mais bem classificadas garantem um lugar nos Jogos de Tóquio. Depois das três primeiras rodadas, as brasileiras aparecem na terceira colocação, com oito pontos (três vitórias – Argentina, Peru e Bulgária). O Japão lidera, com nove pontos, seguido pela Turquia, que também tem nove, mas um saldo de sets pior do que as japonesas.

Thaisa, central, fez 19 pontos (12 de ataque e sete de bloqueio) – “O mais importante é termos conseguido a vitória. Ainda temos muitas coisas para ajustar. Fico feliz porque conseguimos sair de uma situação difícil. Não tem mais time bobo, todo jogo é jogado, então temos que estar sempre atentas. Não podemos baixar a guarda, e nem diminuir o ritmo. Em alguns momentos demos uma diminuída no ritmo. Agora é pensar no jogo contra Porto Rico”.

Gabi, ponteira, foi a maior pontuadora da partida, com 26 pontos (23 de ataque, dois de bloqueio e um de saque) – “Começamos a partida muito bem. No segundo set, baixamos a guarda e isso não pode acontecer. A Bulgária fez uma boa partida e sacou muito bem. O que fica de positivo é a resiliência da nossa equipe. Passamos por momentos difíceis e conseguimos sair com a vitória. Fica um alerta dos nossos erros para não acontecer mais nos próximos jogos”.

Rosamaria, oposta, marcou 11 pontos (sete de ataque e quatro de bloqueio) – “Seguimos na nossa briga pela vaga olímpica. Cada partida nesse Pré-Olímpico é uma final em busca do nosso objetivo. Fiquei feliz com o nosso poder de reação e com o meu jogo nos últimos dois sets. Todo o nosso grupo está fazendo força e ninguém desistiu nos momentos de dificuldade”.

José Roberto Guimarães, treinador do Brasil – “Com nossos erros a partir do segundo set, colocamos a Bulgária no jogo. Elas começaram a acreditar e isso se torna um problema. Elas forcaram o saque e estouraram as bolas de tudo que foi jeito. Temos que resolver logo os jogos. Hoje acabamos tomando um grande susto”.

O Brasil jogou com Roberta, Kisy, Gabi, Julia Bergmann, Thaisa e Carol. Líbero: Nyeme =. Entraram: Naiane, Rosamaria, Tainara, Natinha, Maiara Basso, Pri Daroit e Diana

Pré-Olímpico feminino

16.09 (sábado) – Brasil 3 x 0 Argentina (25/17, 25/20 e 25/22)
17.09 (domingo) – Brasil 3 x 0 Peru (25/14, 25/13 e 25/15)
19.09 (terça-feira) – Brasil 3 x 2 Bulgária (25/15, 22/25, 27/29, 25/21 e 15/8)
20.09 (quarta-feira) – Brasil x Porto Rico às 4h (horário de Brasília) – sportv 2
22.09 (sexta-feira) – Brasil x Turquia às 4h (horário de Brasília) – sportv 2
23.09 (sábado) – Brasil x Bélgica às 4h (horário de Brasília) – TV Globo e sportv 2
24.09 (domingo) – Brasil x Japão às 7h25 (horário de Brasília) – sportv 2

Foto: Divulgação/CBV