quarta-feira, 25 de outubro de 2023

PAN SANTIAGO 2023: Brasil estreia com vitória diante do México no basquete feminino

 Brasil estreia com vitória diante do México no basquete feminino em Santiago 2023

A estreia da seleção brasileira de basquete feminino nos Jogos Pan-americanos Santiago 2023 foi com vitória. Na manhã desta quarta-feira (25), o Brasil venceu o México por 72 a 54, com destaque para Vanessa Fausto, a “Sassá”, e Maria Albiero, cestinhas da partida (12 pontos cada), e a experiente Érika de Souza, que marcou seis pontos e 13 rebotes.

A seleção brasileira já volta à quadra do Complexo Poliesportivo do Estádio Nacional de Santiago nesta quinta-feira (26) para enfrentar a Venezuela pelo grupo B. Na partida diante das mexicanas, nesta quarta (25), as brasileiras tiveram que controlar a ansiedade da estreia no campeonato para conseguir a primeira vitória na competição.

“É normal essa ansiedade, esse nervosismo de estreia. Até eu, com experiência de 28 anos de seleção, fico nervosa. Mas tento acalmar as meninas e controlar a ansiedade. Conseguimos realizar o trabalho que nosso treinador João Camargo pediu, encaixamos o jogo e saímos com a vitória, que era o mais importante”, pontuou Érika.

O Brasil iniciou a partida com o quinteto Débora Fernandes, Carina dos Santos, Sassá, Emanuely de Oliveira e Licinara Rodrigues e logo nos primeiros movimentos já mostrou intensidade no ataque e sobretudo na defesa. As brasileiras chegaram a abrir uma vantagem de dez pontos (12 a 2), mas as mexicanas melhoraram e diminuíram a diferença para 4 pontos. Ao fim do primeiro quarto, o Brasil ficou na frente com o placar de 16 a 12.

As mexicanas voltaram mais atentas para o segundo quarto, empataram e viraram a partida para 25 a 23 ao forçar os erros das brasileiras no ataque, que tentavam explorar as bolas de três pontos sem sucesso. Porém, foi justamente numa bola de três da armadora Maria Albiero, vinda do banco, que o Brasil voltou a tomar a frente do placar (26 a 25), seguiu com bons ataques e uma defesa mais sólida com a entrada da capitã, a experiente pivô Érika. Assim, as brasileiras conseguiram virar o placar no quarto (19 a 16) e foram para o intervalo com a vantagem de 35 a 28.

O início do terceiro quarto começou bastante intenso de ambos os lados. As mexicanas emplacaram uma sequência de duas bolas de três, mas o Brasil devolveu na mesma moeda em maior quantidade com Sassá, Débora Fernandes e Emanuely de Oliveira. Na metade do quarto, o Brasil ampliou a vantagem para 15 pontos (51 a 36) e seguiu dominando as ações para terminar a parcial à frente com o placar de 61 a 42.

No último quarto, com uma vantagem confortável no placar, o técnico João Camargo aproveitou para mexer bem no time de dar ritmo de jogo a todo o elenco. O Brasil controlou as ações das mexicanas para fechar a o quarto em 16 a 12. Placar final de 72 a 54 para as brasileiras e satisfação por estrear bem, com vitória.

“Muito boa essa energia daqui, com a torcida apoiando, eu fiquei arrepiada. Começar com vitória é excelente. Queremos levar mais uma medalha para casa e vamos brigar por isso”, ressaltou a cestinha Sassá.

Foto: Gaspar Nóbrega/COB