quarta-feira, 25 de outubro de 2023

PAN SANTIAGO 2023: Tênis do Brasil tem 100% de aproveitamento na estreia

 Tênis do Brasil tem 100% de aproveitamento na estreia do Pan

O tênis brasileiro começou com tudo nos Jogos Pan-americanos Santiago 2023. Os quatro representantes do país que entraram em quadra nesta terça-feira, dia 24, saíram vitoriosos. Destaque para Carol Meligeni e Laura Pigossi, que não perderam um game em suas partidas. No masculino, Thiago Monteiro e Gustavo Heide também superaram seus adversários e avançaram na simples.

A primeira a entrar em quadra foi Carol Meligeni, que no último Pan conquistou a medalha de bronze nas duplas, ao lado de Luisa Stefani. A paulista não tomou conhecimento da oponente, a atleta de El Salvador, Daniela Aguilar, e aplicou um duplo 6/0.

“No começo do jogo é sempre um pouquinho de tensão, até você ir sentindo como é que são as condições. Mas conforme o jogo foi passando, eu consegui ir me soltando um pouco mais e terminei bem melhor. Um placar elástico é perfeito de começar, sem tanto sofrimento. Por isso estou feliz com a minha estreia hoje”, declarou Carol.

Laura Pigossi também enfrentou uma salvadorenha, Valentina Cruz, na estreia e não teve dificuldades para vencer a partida em 6/0 e 6/0. A principal meta da brasileira é a medalha de ouro e a consequente vaga olímpica para Paris. “É uma semana muito importante para mim. Eu acho que os Jogos Olímpicos me abriram a cabeça, mudou a minha vida. E meu sonho é poder disputar Paris 2024. Então, eu tomo essa semana como uma oportunidade muito grande. Estou bem focada, contente com o nível que eu joguei. Eu venho treinando bastante e eu acho que eu estou pronta para esse momento”, avaliou a medalhista olímpica em Tóquio 2020.


No masculino, Thiago Monteiro venceu o peruano Coner del Pino por 2 sets a 0, parciais de 6/0 e 6/4 e também seguiu adiante na competição continental. “Foi um jogo bem sólido no geral, comecei realmente muito bem. Acho que meu adversário demorou um pouco pra entrar em jogo. Então eu aproveitei, entrando agressivo, acumulando os primeiros pontos. Isso já me deu bastante confiança. E depois do segundo set sem dúvidas o jogo mudou um pouco. Acho que muito pelo fato dele ter subido um pouco o nível também. Ele saca muito bem, era difícil de começar o ponto já da maneira que eu tava começando no primeiro set. O jogo foi um pouco mais duro, tive algumas chances que ele também salvou com boas bolas. Mas eu me mantive ali focado no que eu tinha que fazer, focado no meu jogo. Eu tava me sentindo muito bem em quadra, acho que eu joguei um bom nível e sem dúvidas. Estreia é sempre complicado, então com certeza no próximo jogo tentar corrigir algumas coisas que não funcionaram hoje pra amanhã estar podendo jogar ainda melhor”, analisou Monteiro.

No último jogo do dia, o jovem Gustavo Heide, de 21 anos, enfrentou um adversário difícil, o dominicano Roberto Cid, mas também venceu por 2 sets a 0, parciais de 7/5 e 6/4, em 2h20 de partida. “Foi um jogo difícil, mas estive bem em quadra, comecei bem os dois sets, mas acabei baixando a intensidade e deixei ele chegar. Independente desses momentos, consegui me recuperar e resolvi o jogo. Agora o foco são as oitavas de final”, destacou.

Fotos: Alex Diaz/Santiago 2023