quinta-feira, 19 de outubro de 2023

Seleção feminina e duplas da praia abrem participação do vôlei brasileiro nos Jogos Pan-Americanos de Santiago 2023

 Seleção feminina e duplas da praia abrem participação do vôlei brasileiro nos Jogos Pan-Americanos de Santiago 2023

Aline Segato, Luzia e Helena conquistaram o bronze no Mundial sub-21 em agosto

A edição de 2023 dos Jogos Pan-Americano, maior evento multiesportivo das Américas vai começar para o voleibol brasileiro neste sábado (21/10). Em Santiago, no Chile, a seleção feminina entra em quadra contra Cuba, enquanto Duda/Ana Patrícia e André/George enfrentam duplas de El Salvador. A seleção masculina entra em quadra a partir do dia 30, na segunda semana da competição.

“Na quadra, temos jogadores que participaram das principais competições da temporada, mas não tiveram tanta rodagem de jogos. E jogadores que se destacaram nos Mundiais de base. O objetivo é dar oportunidade e experiência aos atletas. Eles viverão a experiência de defender a camisa do Brasil em uma competição internacional multiesportiva e de estar em uma Vila de Atletas. Será um momento importante para o desenvolvimento deles. Na praia, teremos duas duplas muito bem colocadas no ranking internacional. Em qualquer competição, o vôlei brasileiro entra para brigar por um lugar no pódio. No Pan não será diferente”, explica Jorge Bichara, diretor técnico da CBV, que acompanhará as equipes em Santiago ao lado do presidente da CBV, Radamés Lattari.

A seleção feminina é a primeira a estrear, às 10h30 deste sábado, na Arena Parque O’Higgins. Oito equipes divididas em dois grupos disputam o torneio feminino de vôlei nos Jogos Pan-Americanos. O primeiro de cada chave avança diretamente para as semifinais, e os segundos e terceiros colocados jogam as quartas de final.

O Brasil está no Grupo A, ao lado de Argentina, Cuba e Porto Rico. Chile, Colômbia, México e República Dominicana estão no B. Comandado pelo técnico Paulo Coco, assistente de José Roberto Guimarães, o Brasil conta com as levantadoras Carol Leite e Naiane, as opostas Sabrina e Tainara, as ponteiras Aline Segato, Maiara Basso e Talia Costa, a ponteira/oposta Helena, as centrais Larissa, Lorena e Luzia, e a líbero Lais. Helena, Aline e Luzia estavam na seleção sub-21 que conquistou o bronze no Mundial disputado em agosto.

“É um campeonato importante. Queremos representar bem o Brasil, mas também que as jogadoras aproveitem para se desenvolver e ganhar bagagem. É fundamental essa mescla entre jogadoras que estiveram no Pré-Olímpico e que se destacaram na base”, explica Paulo Coco.

SELEÇÃO FEMININA – PRIMEIRA FASE

21/10 - 10h30 – Brasil x Cuba
22/10 - 13h30 – Brasil x Argentina
23/10 - 10h30 – Brasil x Porto Rico

Na seleção masculina, a principal novidade é o técnico Giuliano Ribas, o Juba, que assume o comando da equipe durante os Jogos Pan-Americanos depois da saída de Renan Dal Zotto, que optou por deixar o cargo após a conquista da vaga para os Jogos Olímpicos de Paris 2024. Os convocados são os levantadores Brasília e Thiaguinho; os opostos Darlan e Felipe Roque; os centrais Judson, Otávio e Thiery; os ponteiros Adriano, Honorato, Lukas Bergmann e Maicon, e o líbero Maique.

“A responsabilidade de representar a seleção brasileira é sempre grande. Temos sete convocados que participaram do Pré-Olímpico e também destaques das seleções de base”, explica Juba.

O sistema de disputa do torneio masculino de vôlei é o mesmo, com o primeiro de cada chave passando diretamente para as semifinais, e os segundos e terceiros jogando as quartas de final. O Brasil também está no Grupo A, ao lado de Colômbia, Cuba e México. Argentina, Chile, Porto Rico e República Dominicana estão na outra chave.

SELEÇÃO MASCULINA – PRIMEIRA FASE

30/10 - 10h30 – Brasil x Cuba
31/10 - 13h30 – Brasil x México
01/11 - 10h30 – Brasil x Porto Rico

No vôlei de praia, 16 duplas de cada gênero disputam o torneio no Parque Peñalolén, em Santiago. São quatro grupos, com todos se enfrentando dentro da chave. Os primeiros colocados avançam diretamente para as quartas de final, e os segundos e terceiros disputam as oitavas.

Líderes do ranking mundial e medalhistas de prata na Copa do Mundo disputada na semana passada, no México, Duda e Ana Patricia enfrentam duplas da Colômbia, El Salvador e Porto Rico na primeira fase. André e George, encaram parcerias da Colômbia, Cuba e El Salvador.

“O Pan-Americano é um torneio muito legal, um campeonato gigantesco. Estamos muito felizes e queremos aproveitar muito”, resume Duda.

VÔLEI DE PRAIA – PRIMEIRA FASE

21/10
16h30 – Duda/Ana Patricia x Soler/Molina (El Salvador)
18h30 – André/George x Guatemala/Flores (El Salvador)

22/10
16h30 – Duda/Ana Patricia x Diana/Margarita (Colômbia)
18h30 – André/George x Noriega/Murray (Colômbia)

23/10
16h30 – Duda/Ana Patricia x Gonzalez/Navas (Porto Rico)
18h30 – André/George x Diaz/Alayo (Cuba)

Foto: Divulgação/CBV