quinta-feira, 2 de novembro de 2023

PAN SANTIAGO 2023: Miguel Hidalgo vence no sprint final e conquista ouro para o Brasil no triatlo

Miguel Hidalgo vence no sprint final e conquista ouro para o Brasil no triatlo do Pan de Santiago
Miguel Hidalgo comemora a conquista na linha de chegada

Foi no suor, na garra e na superação! Foi nos metros finais que Miguel Hidalgo conquistou a medalha de ouro no triatlo masculino dos Jogos Pan-americanos Santiago 2023, nesta quinta-feira, 2, em Viña Del Mar.

O brasileiro terminou a prova com o tempo de 1:46:08, seguido (muito) de perto pelo americano Matthew McElroy, que terminou um segundo atrás, e o mexicano Crisanto Grajales, apenas três segundos atrás.

Miguel Hidalgo não começou a prova da melhor maneira, escorregando na largada da natação. No mar, ele não figurou entre os primeiros colocados.

Porém, no ciclismo o brasileiro conseguiu se juntar ao pelotão de frente, de onde não saiu mais. Se manteve sempre colado nos competidores adversários, se alternando nas primeiras posições.

Mas foi na corrida que Hidalgo se destacou. Ele teve ótimo desempenho nessa parte da prova, ficando sempre entre os três primeiros. No quilômetro final, aproveitou-se de um tropeção do mexicano Grajales para assumir a liderança.

A partir daí, Miguel Hidalgo não saiu mais do primeiro lugar. Apesar da pressão dos dois adversários, o brasileiro seguiu firme. Na reta de chegada, o sprint final foi decisivo para ele abrir uma pequena vantagem, mas a suficiente para garantir a medalha de ouro para o país.

Com a vitória, Hidalgo aumenta seu currículo de grandes conquistas, que conta inclusive com o ouro no Pan Júnior de Cali, em 2021, que o classificou para o Pan de Santiago.

Além de Hidalgo, também participaram da prova Manoel Messias, que acabou em nono, Antonio Bravo Neto, 11º colocado, e Willy Cardoso, o 13º.

Vittoria Lopes durante a prova.

Vittoria Lopes domina no feminino, mas perde força no fim

Na prova feminina, o Brasil também ficou muito perto de uma medalha. Vittoria Lopes fez excelente prova desde o início, assumindo a liderança já na prova de natação.

No ciclismo, ela chegou a abrir mais de um minuto e meio de vantagem na ponta e seguiu como primeira colocada para a parte de corrida.

Entretanto, nas duas últimas voltas acabou a energia da brasileira, que foi facilmente ultrapassada pelas adversárias. Ela terminou na oitava posição, com o tempo de 1:59:03.

As outras duas atletas do país na disputa foram Djenyfer Arnold, nona colocada, e Luisa Baptista, que acabou em 18ª.

Neste sábado, os competidores brasileiros disputarão a prova mista, da qual são os atuais campeões pan-americanos.

Fotos: Gaspar Nobrega/COB